Caso de Sucesso: Filtro Ativo no Parque Eólico da Aliança

Filtro Ativo para mitigação de distorções harmônicas em complexos eólicos

Os geradores eólicos utilizam inversores de frequência para a conversão da tensão continua gerada em tensão alternada para conexão na rede de transmissão, durante a conversão surgem frequências múltiplas da fundamental que chamamos de frequências Harmônicas, estas frequências harmônicas são destrutivas para as cargas que são alimentadas por esta fonte de energia. A função do filtro ativo é eliminar as frequências harmônicas desde a 2ª até a 51ª ordem de forma dinâmica, provendo uma energia limpa para a rede de transmissão conforme estabelecido nos procedimentos de rede do ONS e evitando penalidades ao agente gerador. A instalação é feita no barramento coletor do complexo eólico, geralmente em tensões de 34,5kV, resultando em uma solução compacta e com baixo consumo de energia.