Entenda como são classificadas as subestações de energia por tipo e nível de tensão

Entenda como são classificadas as subestações de energia por tipo e nível de tensão

20 de dezembro de 2021 1 Por Ider Carvalho

O conceito de subestação de energia e classes de tensões é um assunto bem amplo no campo da engenharia.  Portanto, neste artigo, abordaremos de maneira resumida como são classificadas as subestações de energia e suas classes de tensões, de modo que mesmo quem seja leigo possa obter uma boa informação a respeito do tema.

Antes de qualquer coisa, é necessário explicar o que é o Sistema Elétrico de Potência (SEP). O SEP é definido como o conjunto de todas as instalações e equipamentos destinadas à geração, transmissão e distribuição da energia elétrica.

 

GERAÇÃO

 

 

As usinas hidrelétricas, termoelétricas, nucleares, fotovoltaicas e eólicas têm como função a geração de energia. Na geração de energia por grandes usinas, o nível de tensão na saída dos geradores possui faixa de 6 a 25kV. Esses níveis de tensão gerados alimentam transformadores que elevam os valores de tensão, de modo a viabilizar as transmissões por longos trajetos. Esses transformadores são máquinas estacionárias que ficam alocados em subestações de potência elétrica em diversos pontos do SEP classificadas como:

Subestação elevadoras: possui a função de elevação dos níveis de tensão gerados por uma fonte de energia elétrica.

Subestação abaixadoras: possui a função de diminuir os níveis de tensão gerados por uma fonte de energia elétrica.

Subestação distribuidoras: possui a função de diminuir os níveis de tensão, de modo a atender uma determinada área ou estado.

 

TRANSMISSÃO

 

 

A transmissão é uma função das redes que interligam a geração aos outros pontos de carga. Na transmissão os níveis de tensão que são adotados no Brasil em corrente alternada variam de 138 kV até 765 kV. Dentro desses intervalos de tensões estão incluídas as linhas de 230 kV, 345 kV,440 KV e 500 kV.

As redes com tensões iguais ou superiores a 230 kV são denominadas EHV – Extra Alta Tensão. Já as redes com tensões iguais ou entre 69 kV e 138 kV são denominadas redes em AT – Alta Tensão. As redes de tensões entre 1 kV e 69 kV são denominadas redes em MT – Média Tensão.

 

DISTRIBUIÇÃO

 

 

A distribuição tem como função interligar a transmissão aos pontos de consumo que se dividem em tensão primária (nível Média Tensão – MT) ou secundária (Nível Residencial). Na distribuição de energia elétrica as tensões são reduzidas utilizando os transformadores abaixadores. Elas podem chegar, usualmente, ao nível de 13,8 kV na rede primária. Esse valor de tensão é utilizado por grandes consumidores, tais como: indústrias, comércios, hospitais, shopping center etc. Para os considerados pequenos consumidores existe uma outra redução nos níveis de tensão. Para valores entre 110 V e 440 V, que são considerados alimentadores secundários, podendo ser de nível residencial ou comercial.

 

A Metrum traz soluções completas para a construção e ampliação de subestações. Oferecendo obras civis e montagens elétricas de subestações de energia, em regime de turn key ou entregas segmentadas, para atender as demandas e necessidades de empreendimentos que necessitam de compromisso e qualidade excepcional.  Entre em contato com nossa equipe especializada e saiba mais!